Home » DESTINOS TURÍSTICOS » Governo de Pernambuco entrega novo Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa em Olinda

Governo de Pernambuco entrega novo Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa em Olinda

Equipamento foi transformado em Centro de Cultura Popular, com salas de exposição permanentes e temporárias, espaços para dança, artesanato e gastronomia

Recife, 5 de julho de 2017 – O Governo de Pernambuco entrega, nesta quinta-feira (5/07), o novo Mercado Eufrásio Barbosa. Depois de uma completa requalificação estrutural, o equipamento foi transformando em um grande Centro de Cultura Popular, um verdadeiro cartão-postal para a cidade de Olinda. O espaço de 6 mil metros quadrados conta agora com salas de exposição permanentes e temporárias, salas para oficinas de artesanato, dança e gastronomia, local para feiras sazonais, um novo Teatro Fernando Santa Cruz, 22 novas lojas, restaurante com paisagismo e uma livraria da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe). As obras, orçadas em R$ 19,4 milhões, foram executadas pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, por meio do Prodetur, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A transformação estrutural do Mercado Eufrásio promoveu o resgate da história do equipamento. O icônico Teatro Fernando Santa Cruz, com capacidade para 161 lugares, ganhou novas poltronas, acústica, climatização e cenografia. O novo centro cultural está sendo inaugurado também já com quatro grandes exposições, ocupando cinco das seis salas voltadas a este fim: “Tânia Carneiro Leão – Pinturas”, da filha de Eufrásio Barbosa; “Olhares Pioneiros”, uma coletânea de artistas olindenses dos anos 1960 e 1970; exposição de quadros do multiartista pernambucano Bajado; e o Museu do Mamulengo, em funcionamento há mais de 20 anos na Cidade Alta, agora transferido de forma permanente para o novo centro cultural.

“É motivo de grande alegria para o Governo de Pernambuco a entrega do Mercado Eufrásio Barbosa. Em meio a um período de grande crise econômica, conseguimos requalificar um equipamento que será a grande vitrine e porta de entrada da cidade de Olinda, que tem como principal vocação a cultura e o turismo”, ponderou o vice- governador de pernambuco, Raul Henry.

Além dos grandes espaços, agora também são atração do novo mercado elementos que contam a história do equipamento: um grande forno da antiga fábrica de doces e conservas Amorim da Costa, que funcionou no local entre as décadas de 1960 e 1990; e um painel de azulejo com figura de leão, que foi retirado do local para requalificação. A reforma incluiu ainda a climatização de parte dos espaços, acessibilidade, iluminação, paisagismo e revitalização do piso e das cobertas. O modelo de gestão do novo Eufrásio Barbosa foi definido através de um projeto de lei que garantiu a cessão de gestão compartilhada entre a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) e a Prefeitura de Olinda.

Para o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Márcio stefanni, a requalificação do equipamento é significativa para a manutenção da cultura popular do Estado. “A transformação estrutural do Mercado Eufrásio Barbosa promoveu o resgate histórico do equipamento. Entregamos uma obra fundamental para a preservação da cultura pernambucana, que vai também fomentar o turismo atraindo novos visitantes, gerando emprego e renda para a população”, destacou Stefanni.

HISTÓRIA – Ponto turístico de Olinda, o Mercado Eufrásio Barbosa teve sua construção datada dos séculos XVII e XVIII. Entre 1894 e 1960 funcionou a primeira Casa da Alfândega de Pernambuco. Entre as décadas de 1960 e 1990, funcionou como fábrica de doce e, em 1990, foi reaberto como mercado público. O equipamento é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

ESCUTA PÚBLICA – Em 2014, em atendimento às exigências do Prodetur Nacional PE, foi realizada uma audiência pública com a população olindense. Entre os 310 presentes, estiveram representantes de entidades como Associação Carnavalesca de Olinda, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), agremiações carnavalescas, Mosteiro de São Bento e da Sociedade Olindense de Defesa da Cidade Alta (Sodeca). Na ocasião, foi apresentado o projeto de requalificação do Mercado Eufrásio Barbosa, que previa a instalação de um Centro Cultural contendo áreas de exposições temporárias de artesanato e cultura local.

OBRAS COMPLEMENTARES – Durante a obra de requalificação do Mercado Eufrásio Barbosa foram realizados ajustes no projeto original para atender às exigências dos órgãos envolvidos na fiscalização e monitoramento (Iphan, Prefeitura de Olinda e BID), o que fundamentou a necessidade da realização de obras complementares. A nova etapa das obras incluiu a recuperação estrutural dos boxes de exposição, reservatório e pilares internos; urbanização do jardim; construção do restaurante; recuperação do azulejo português e de peças da antiga fábrica de doces; construção de muro externo e recuperação do canal de água corrente no interior do mercado.

PROGRAMAÇÃO

EXPOSIÇÕES – O novo Mercado Eufrásio será inaugurado com quatro exposições, ocupando cinco das seis salas previstas para exposições no equipamento. As mostras são gratuitas e funcionarão de terça-feira a sábado, das 9h às 13h.

ARTES PLÁSTICAS – O Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa terá duas galerias de artes plásticas, sob a curadoria do artista plástico Raul Córdula, que é paraibano mas escolheu Olinda para fixar residência. A primeira exposição será “Olhares Pioneiros”, em referência aos primeiros movimentos coletivos na cidade-patrimônio surgidos nas décadas de 1960 e 1970, destacando o Movimento da Ribeira, criado a partir da parceria do prefeito Eufrásio Barbosa, em 1965, com um grupo de artistas formado por Adão Pinheiro, Ypiranga Filho, José Barbosa, Tiago Amorim, Guita Charifker, José Tavares, entre outros. A segunda exposição é a mostra “Tânia Carneiro Leão – Pinturas”, da filha de Eufrásio Barbosa, que acompanhou desde cedo o nascimento desses movimentos.

MUSEU DO MAMULENGO – Em funcionamento há mais de 20 anos em Olinda, o Museu do Mamulengo – Espaço Tiridá foi trazido da rua Laura Nigro, na Cidade Alta, para ocupar outras duas salas do novo Mercado Eufrásio.

ESPAÇO BAJADO – Uma das salas do Mercado Eufrásio também abrigará uma exposição com 40 quadros do multiartista Bajado. O acervo está locado atualmente no gabinete da Prefeitura de Olinda.

PÓS-INAUGURAÇÃO – Ainda estão previstas, até o fim do ano, a montagem do Espaço Janete Costa, com peças da arquiteta e curadoria da filha Roberta Borsoi; uma exposição de alegorias de carnaval; oficinas de dança, artesanato e gastronomia (consultoria do chef César Santos); além de uma área para feiras sazonais (de produtos orgânicos e antiguidades, dentre outras), onde antes funcionava o Bar da Rampa.