Home » DESTAQUES » Resorts brasileiros investem em Cassino como atrativo de férias e atraem a atenção de famosos e apaixonados por Las Vegas

Resorts brasileiros investem em Cassino como atrativo de férias e atraem a atenção de famosos e apaixonados por Las Vegas

Em 30 de abril de 1946 o Hotel Copacabana Palace realizou a última partida de roleta no Brasil, por força do decreto-lei 9.215. A partir daí, os 70 cassinos regulamentados foram fechados e os chamados “jogos de azar” proibidos no país. Mas como essa é uma antiga paixão dos brasileiros, alguns optam por frequentar locais que tragam os jogos como entretenimento e, outros invadem Las Vegas, a cidade americana famosa por suas jogatinas que desde 2011 registrou índices altíssimos de chegada dos brasileiros, alcançando até 160% a mais no comparativo de um ano ao outro. Muitos famosos no país chegam a montar salas de jogos em suas casas. A opção de alguns empreendimentos hoteleiros que estão de olho nesse perfil de viajante foi investir nas atividades de cassino sem apostas reais, e garantir que não precisem ir até Las Vegas para viver essa experiência.

De acordo com a empresa Cassinos Brazil, responsável pela realização de eventos temáticos no País, o camisa 10 da seleção brasileira, Neymar, é um amante do poker e chega a realizar campeonatos em sua casa entre amigos e celebridades. Silvio Santos, ícone da TV brasileira fundou um cassino com o próprio nome em um Resort no Guarujá. E um Resort baiano, situado em Porto Seguro, está apostando nesse tema pela segunda vez como entretenimento para os viajantes. Após o sucesso no Réveillon 2017 do La Torre Resort All Inclusive, em que um parque de 120.000 m² foi transformado em um gigantesco cassino com atrações de Las Vegas, o empreendimento traz o tema de volta. Entre os dias 12 e 26 de setembro, os turistas que estiverem hospedados neste Resort da Praia do Mutá irão usufruir de mesas de  Black Jack, Roulette, Poker Texas Hold entre outras atividades mediadas por croupiers treinados. As apostas serão fictícias mas a diretoria afirma que a diversão é garantida. “Faz parte da Experiência La Torre, conectar pessoas através de atividades compartilhadas e a brincadeira de cassino traz interação, desperta curiosidade, atenção, integra famílias, oportunizando a comunicação, parceria e amizade entre os jogadores”, discorre Leila Dipp, diretora operacional do La Torre Resort All Inclusive.

“Por não haver investimento financeiro para participar dos jogos e utilizarmos o tema apenas para o entretenimento dos hóspedes, a experiência é totalmente legal e permitida pela legislação brasileira, sendo também um grande atrativo turístico.” Comenta Luigi Rotunno, diretor geral do Resort baiano da Praia do Mutá, em Porto Seguro. Ele que tem acompanhado pessoalmente as discussões sobre a legalização e abertura de cassinos no Brasil, devido suas atuações anteriores no Conselho Nacional de Turismo e presidência da Associação Brasileira de Resorts.

Enquanto o debate continua no Congresso Nacional, os amantes do Cassino podem viver a experiência aqui mesmo, no País, pagando cerca de quatro vezes menos, tendo como passaporte dessa diversão, apenas seu pacote de aéreo e hospedagem. 



Website: http://www.resortlatorre.com.br